Redirecionamento

quinta-feira, 22 de julho de 2010

A sala da luz vermelha

6 comentários:

ThiCO Oliveira disse...

Lindo post.... Parece poesia!

Quero dizer que ainda existem sim salas assim! Que nos proporcionam todas a estas sensações!
Sou estudante de Design Digital, e no centro universitário temos à disposição estúdio com mais de 20 Ampliadores, duas salas com 3 locais para bandejas de químicos... Secardoras de foto e filmes, salas com porta giratória para abrir filmes, guilhotinas, Timers, e muitas outras coisas...

Para mim isto é de suma importância na formação do pensamento como fotógrafo! É lá que fazemos nossos testes, e entendemos desde um simples Fotograma até uma Revelação de Filme e ampliação da foto. Mesmo quando não tenho aula, vou pra lá e fico ajudando as outras turmas, não quero sair de lá. Tem dias que nem aula tenho mas não vou para casa!

Li aqui e fiquei pensando, que no meu caso esta sala com toda essa magia, foi o que desapertou minha paixão pela fotografia... E com isso de um ano pra cá, não paro de me aprofundar e buscar no assunto...

Tudo isso graças a oportunidade de conhecer este processo...

Márcio Neves disse...

Bela estréia Monica, parabéns pelo belo texto!
Felizmente não sou um saudosista, pois ainda tenho a oportunidade de trabalhar com laboratório na Universidade.
Realmente Thico, muitas faculdades possibilitam esta oportunidade, pois mantem seus laboratórios, infelizmente pouquissimos alunos aproveitam esta oportunidade do contato com o laboratório, que é unica!
Para matar a saudades, ou para conhecer, tenho algumas imagens de laboratório no blog:
http://blog.alemdoolhar.com/2010/03/imagens-para-lembrar-ou-conhecer.html

http://blog.alemdoolhar.com/2009/10/uma-volta-ao-laboratorio-pb.html

Abraços.

Márcio Neves disse...

Bela estréia Monica, parabéns pelo belo texto!
Felizmente não sou um saudosista, pois ainda tenho a oportunidade de trabalhar com laboratório na Universidade.
Realmente Thico, muitas faculdades possibilitam esta oportunidade, pois mantem seus laboratórios, infelizmente pouquissimos alunos aproveitam esta oportunidade do contato com o laboratório, que é unica!
Para matar a saudades, ou para conhecer, tenho algumas imagens de laboratório no blog:
http://blog.alemdoolhar.com/2010/03/imagens-para-lembrar-ou-conhecer.html

http://blog.alemdoolhar.com/2009/10/uma-volta-ao-laboratorio-pb.html

Abraços.

Márcio Neves disse...

Bela estréia Monica, parabéns pelo belo texto!
Felizmente não sou um saudosista, pois ainda tenho a oportunidade de trabalhar com laboratório na Universidade.
Realmente Thico, muitas faculdades possibilitam esta oportunidade, pois mantem seus laboratórios, infelizmente pouquissimos alunos aproveitam esta oportunidade do contato com o laboratório, que é unica!
Para matar a saudades, ou para conhecer, tenho algumas imagens de laboratório no blog:
http://blog.alemdoolhar.com/2010/03/imagens-para-lembrar-ou-conhecer.html

http://blog.alemdoolhar.com/2009/10/uma-volta-ao-laboratorio-pb.html

Abraços.

Márcio Neves disse...

Bela estréia Monica, parabéns pelo belo texto!
Felizmente não sou um saudosista, pois ainda tenho a oportunidade de trabalhar com laboratório na Universidade.
Realmente Thico, muitas faculdades possibilitam esta oportunidade, pois mantem seus laboratórios, infelizmente pouquissimos alunos aproveitam esta oportunidade do contato com o laboratório, que é unica!
Para matar a saudades, ou para conhecer, tenho algumas imagens de laboratório no blog:
http://blog.alemdoolhar.com/2010/03/imagens-para-lembrar-ou-conhecer.html

http://blog.alemdoolhar.com/2009/10/uma-volta-ao-laboratorio-pb.html

Abraços.

Leonardo Zaneti disse...

Eu nunca fotografei com analógica e muito menos fiz algum dos processos mencionados no texto, mas esse texto conseguiu, de certa forma, me passar um pouco do sentimento e experiência nesse "ritual".
Gostei ;]

Blog Widget by LinkWithin
 
BlogBlogs.Com.Br