Redirecionamento

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Pequeno discurso poético sobre a fotografia

3 comentários:

manulorena disse...

Que bom é ler isso, mentalmente fui montando o estúdio no qual a Mona ia entrar, sentar e se deixar retratar. Essa é a mágica de um texto e das imagens. O tempo não se torna importante, a sensação sim. Adorei. O Leonardo ia se divertir com uma camera na mão, há se ia!!! Obrigado e abrcs.

Anônimo disse...

Olha só Moacir:
Se Leonardo da Vinci tivesse acesso às modalidades tecnológicas que foram desenvolvidas após sua passagem pela terra (digamos que vivesse hoje) creio que diante dos fatos presentes a Mona Lisa certamente iria cobrar direitos sobre a imagem e ( se morasse no Brasil) estaria na Globo.
Dificilmente na Record.
Onde andam os gênios?
Abçs Egydio

Anônimo disse...

Oi Moa

Li e gostei do texto que voce escreveu. O inicio sobre a concepcao 'fotografica' do Da Vinci e' otimo. Alias, o David Hochney, o pintor pop ingles das piscinas e dos splashes, que e' um tremendo intelectual e um fantastico fotografo, escreveu un livro exatamente sobre esse tema (voce conhece as multi-colagens de fotografias polaroids formando enormes paisagens que ele produziu anos atras?). O HOckney fez uma pesquisa baseada em centenas de imagens de quadros dos 500 pra la' e 'descobriu' quanto a camera obscura (a prima pobre e rudimentar da fotografia) foi usada por quase todos os artistas do renascimento pra la' gracas ao desenvolvimento da otica e do uso de lentes. O livro obviamente se chama 'Conhecimento Secreto'.

Muito bonito como voce coloca a idea atras do olhar.

Ta' cada vez melhor!

Abracos

Carlos

Blog Widget by LinkWithin
 
BlogBlogs.Com.Br